Pilates para prevenir as Doenças Ocupacionais

jun 19 2018

Pilates para prevenir as Doenças Ocupacionais

O que são doenças ocupacionais?

 

Você trabalha fazendo movimentos repetitivos, como digitar, tricotar ou tocar algum instrumento? Se a resposta é sim, temos uma má notícia: você é um forte candidato a desenvolver alguma doença ocupacional.

As doenças ocupacionais são males ocasionados pelo esforço repetitivo relacionado ao trabalho ou às condições de trabalho do funcionário. As mais conhecidas são LER e DORT, que são Lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho. Estes são grupos de doenças onde estão inclusas doenças que ouvimos falar muito em nosso cotidiano, como bursite, hérnia na coluna vertebral e tendinite.  

Essas doenças causam dores que podem prejudicar o desempenho do trabalhador e até mesmo causar o abandono da função em casos extremos. Os fatores de risco que para LER e DORT são postura estática prolongada, movimentos repetitivos, estresse mental, predisposição genética entre outros.

No ambiente físico de trabalho, devem ser observados alguns aspectos para evitar as doenças ocupacionais, tais como o equipamento do posto de trabalho e a forma como são dispostos os materiais.

Além disso, as doenças ocupacionais atingem com mais frequência os jovens adultos, ou seja, aqueles que se encontram na idade mais produtiva de suas vidas. Com isso, a produtividade cai e é possível que o trabalhador seja afastado do trabalho.

A boa notícia é que a prevenção destes males pode ser feita com o pilates.

 

Pilates como método de prevenção para LER E DORT

 

Muitos profissionais tendem a procurar apenas alívio para as dores que os incomodam, ignorando a prevenção, que é o caminho mais viável e saudável.

Felizmente, o pilates tem sido incorporado como método de prevenção de doenças por muitas empresas que estão deixando de lado a ginástica laboral. E tendo em vista a quantidade de benefícios proporcionados para seus praticantes, estes exercícios são valiosíssimos para quem não quer sofrer de dores tão prejudiciais ao desempenho diário.

Os principais motivos da LER e da DORT serem tão comuns é que muitas atividades trabalhísticas são executadas de forma muito mecânica e repetitiva. Com isso, os músculos não são estimulados o bastante e acabam sofrendo lesões.

Com a prática do pilates:

– os músculos são trabalhados intensamente, aumentando sua força e resistência;

– a postura, muitas vezes prejudicada pelas extensas horas em apenas uma posição, é corrigida;

– a circulação sanguínea melhora;

– o pilates trabalha também a mente e essa prática ajuda a aliviar as tensões do dia a dia.

 

Há diversos outros benefícios em se praticar o pilates, como a melhora na flexibilidade, a consciência corporal e também a prevenção de outras patologias.

No caso das doenças ocupacionais, não tenha dúvidas: elas podem sim ser prevenidas e esse é o caminho mais viável para que você consiga evitá-las.

Deixe o seu comentário

Share Post